Endereço de e-mail

Senha

SHOWS - PALESTRAS - AULAS DE MÚSICA - SHOPPING - CLASSIFICADOS - SERVIÇOS - OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO - PUBLICIDADE

Parque da Independência

(0551)

Cidade::  São Paulo SP - Bairro do Ipiranga  | 

Acesso::  Gratuito

Lindo Parque rico em Historia e Beleza, no coração de São Paulo, vale a pena conhecer.

Características: Passeio Piquinique  | 

Historia:: Independência do Brasil

mais informações

Parque da Independência

(0551)

Cidade::  São Paulo SP - Bairro do Ipiranga  | 

Acesso::  Gratuito

Lindo Parque rico em Historia e Beleza, no coração de São Paulo, vale a pena conhecer.

Características: Passeio Piquinique  | 

Historia:: Independência do Brasil

mais informações

As combinações acima não possuem estoque.

Descrição do Produto

Para ver a Rua / Bairro clique na imagem abaixo localizado na janela do mapa

Parque da Independência - Bairro do Ipiranga São Paulo SP

Parque da Independência, inaugurado em 1989, nas margens do córrego do bairro do Ipiranga, na cidade de São Paulo, faz parte do patrimônio histórico cultural brasileiro devido ao Grito da Independência do país, ali proclamada por D. Pedro I. Surgiu da preocupação em unir a região do Ipiranga enquanto um espaço de memória nacional e patriotismo, além de ser uma forma de preservação e demarcação do espaço e uma forma também de tornar comum uma memória coletiva.

A área, de 161.300 metros quadrados,abriga o Museu do Ipiranga, o Monumento à Independência e a Casa do Grito, além de um denso bosque e um grande trabalho de paisagismo no caminho entre o Monumento e o Museu. Também há os jardins franceses que foram recentemente criados.

HISTORIA

A região do Ipiranga, o parque e o tombamento

Na Colina do Ipiranga, junto ao Riacho do Ipiranga, D. Pedro I declarou o Brasil um país independente de Portugal em 1822. Com a Constituição de 1891, a região passou para posse do governo estadual.[2] A região do Ipiranga então passou por muitas mudanças de valor simbólico e histórico, passando a se tornar parte de um imaginário coletivo sobre a independência do país. Em 1888, o Museu do Ipiranga foi inaugurado como museu de História Natural e mais tarde foi reforçado seu caráter patriótico.[2] No centenário da Independência, em 1922, como parte das comemorações foi inaugurado - apesar de ainda não concluído - o Monumento à Independência do Brasil, por Ettore Ximenes e Manfredo Manfredi.[5] Já a Casa do Grito foi desapropriada em 1936 e em 1955 começou a passar por reformas para se aproximar à casa pintada por Pedro Américo na tela "Independência ou Morte". Essa sequência indica, no mínimo, a valorização do local para o país e o sentimento de necessidade de preservação da região do Ipiranga que passou a ser considerado um sítio histórico-cultural.

Somente em 1969 foi aberto um processo para integrar esses três bens culturais - Museu do Ipiranga, Monumento à Independência e a Casa do Grito - ao patrimônio histórico brasileiro com a criação do Parque da Independência. Os maiores argumentos no processo de tombamento CONDEPHAAT nº 08486/69 foram a relevância cívico-cultural do espaço, a importância dele como um ponto turístico e o feito enquanto comemoração dos 150 anos da independência. Além disso, é possível entender pelos documentos a preocupação social com a possibilidade de um espaço relevante historicamente e culturalmente para o país ser ressignificado ou então não preservado, e o tombamento, por sua vez, garante a integridade do bem em questão, no caso, a integridade da região do Ipiranga.[6]

O parque, inaugurado em 1989, é um bem cultural tombado pelo CONDEPHAAT pela resolução de 2 de abril de 1975, Processo SET nº 8.486/79, e pelo CONPRESP – Resolução nº 05/91 tombamento "ex-officio". Em 3 de outubro de 1986, o governo estadual passou a administração das áreas que compõem o parque (exceto o Museu Paulista) à Prefeitura Municipal de São Paulo.

Em 2016, o parque fechou algumas partes de lazer, por conta da sua falta de conservação.

A história desse bem cultural conta também com o Decreto nº 25.871/1988, que logo antes da inauguração já regulamentava o uso do parque, do então prefeito de São Paulo, Jânio Quadros, que proibia manifestações de qualquer tipo, a permanência de vendedores ambulantes, divulgação publicitária, a circulação de bicicletas, patinetes ou skates e ainda só permitia a prática de cooper em áreas destinadas a esse esporte específico.[8].

Em 2010, o então prefeito Gilberto Kassab revogou essas normas pelo Decreto nº 51.737/2010 e ainda deixou a aprovação e divulgação para o público do Regulamento do Uso do Parque Municipal da Independência como responsabilidade do Departamento de Parques e Áreas Verdes - Depave, da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Atualmente o Regulamento de Uso do Parque Municipal da Independência pode ser encontrado  aqui

O parque abriga o Museu do Ipiranga, atualmente fechado para reformas, o Monumento à Independência e a Casa do Grito (aberta para visitação de terça à domingo, das 9h às 17h). A entrada é gratuita e o parque fica aberto todos os dias das 5h às 20h - durante o horário de verão, das 5h às 21h. A grande área verde é um diferencial do parque, que conta com um jardim projetado em estilo francês, unindo o Museu Paulista e o Monumento à Independência aos outros edifícios existentes no local, como o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. Além da arborização, são atrativos do parque uma pista de cooper, playground para crianças de até dez anos e uma praça contemplada pelo programa Wifi Livre SP. Estima-se uma frequência de 48.000 pessoas por mês no parque e, segundo o mesmo estudo, é o quarto melhor parque da cidade de São Paulo (dados de 2008).[10]

Muitas ações culturais gratuitas acontecem também no Parque da Independência, em especial na semana do 7 de setembro - data da Proclamação da Independência do Brasil -, como em 2015, quando o parque sediou uma corrida comemorativa de 10km pela manhã e palestras ao lado do Museu Paulista ao longo do dia  A programação atualizada pode ser consultada, apesar de não ser uma agenda oficial, pela ferramenta de busca no Catraca Livre

LOCALIZAÇÃO

Avenida Nazareth, s/n – Ipiranga
Inaugurado em 07/09/1989
Subprefeitura do Ipiranga
Área: 161.300m²

*Atenção: horário a partir da reabertura em 13/07 - Segunda a sexta-feira das 6h às 16h.
Sábados e domingos: fechado.

Telefone: (11) 2273-7250

COMO CHEGAR
Metrô – Linha 2-Verde – Estação Alto do Ipiranga
Ônibus elétrico – 4113-10 – Praça da República / Gentil de Moura
+ informações: www.sptrans.com.br

Para mais informações aceese o site da Prefeitura de São Paulo neste link destinado ao Parque da Independencia. https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/parques/regiao_sul/index.php?p=5747

ENTRETENIMENTO, MAS UM PRODUTO DO NOSSO SITE

                                                                                                                                                        E-mail: atendimento@gilvangil.net